PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Brandão: novembro foi 3º mês seguido de alta das exportações para a Argentina

Eduardo Rodrigues

Brasília

01/12/2020 17h27

O subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Herlon Brandão, destacou nesta terça-feira, 1º, que novembro foi o terceiro mês consecutivo de alta nas exportações para a Argentina, com aumento de 28% no mês. Ainda assim, no acumulado do ano, as vendas para o país vizinho ainda têm queda de 14,2%.

"Temos uma base de comparação baixa. O comércio com a Argentina já vinha caindo desde antes da pandemia, que agravou esse comércio bilateral. Mas observamos uma recuperação nesse fluxo", afirmou.

Segundo Brandão, a queda de 28,8% nas vendas para os Estados Unidos em 2020 decorre da pauta de produtos brasileiros exportados para esse destino, que tem grande participação de aeronaves e peças para aviões, além de combustíveis.

Já a China continua ampliando a participação na pauta de exportações brasileiras, com alta de 10,3% no acumulado do ano. A China já responde por 41,1% das exportações brasileiras.

A balança comercial brasileira registrou um superávit US$ 3,732 bilhões em novembro. No ano até novembro, o saldo positivo é de US$ 51,160 bilhões.