PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Campos Neto: forward guidance poderá ser retirado nas próximas reuniões do Copom

Brasília

15/12/2020 19h20

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, repetiu nesta terça-feira, 15, uma série de mensagens de política monetária que constaram nas comunicações mais recentes da autarquia. Entre elas, a de que o forward guidance (prescrição futura, no jargão em inglês) poderá ser retirado nas próximas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom).

O instrumento adicional de política monetária foi adotado pelo colegiado em agosto com o compromisso de não reduzir o grau de estímulo monetário desde que três condições sejam satisfeitas: projeções de inflação abaixo da meta no horizonte relevante, manutenção do regime fiscal e expectativas de longo prazo ancoradas.

Em apresentação de hoje em evento fechado da gestora BlackRock, Campos Neto destacou que "desde a adoção do forward guidance, observou-se uma reversão da tendência de queda das expectativas de inflação em relação às metas para o horizonte relevante". Segundo ele, "a manutenção desse cenário de convergência da inflação sugere que, em breve, as condições para a manutenção do forward guidance podem não mais ser satisfeitas."

Ainda assim, ele esclareceu que a eventual retirada do forward guidance não significará automaticamente uma elevação da taxa de juros, já que a conjuntura econômica continua a prescrever estímulo "extraordinariamente elevado frente às incertezas quanto à evolução da atividade".

"No cenário de retirada do forward guidance, a condução da política monetária seguirá o receituário do regime de metas para a inflação, baseado na análise da inflação prospectiva e de seu balanço de riscos", lembrou Campos Neto.