PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Nos EUA, SEC diz que monitora e avalia volatilidade extrema de preços de ações

Gabriel Bueno da Costa

São Paulo

29/01/2021 12h10

A Securities and Exchange Comission (SEC), a Comissão de Valores Imobiliários (CVM) norte-americana, afirma que "monitora e avalia" a "volatilidade de preços extrema de certas ações" nos últimos dias. Em comunicado divulgado nesta sexta-feira, 29, o regulador diz que seu núcleo de infraestrutura de mercados tem se mostrado resistente, diante de "volumes extraordinários negociados" nesta semana. "A volatilidade extrema dos preços de ações, contudo, tem o potencial de expor investidores a perdas rápidas e severas e de minar a confiança do mercado", diz a entidade.

A nota é divulgada após dias de volatilidade nas bolsas de Nova York, com movimentos especulativos que envolveram inicialmente ações da GameStop e, posteriormente, outros papéis.

A SEC afirma estar comprometida a proteger investidores e a manter os mercados "justos, ordenados e eficientes", a fim de facilitar a formação de capital.

Também diz que trabalha de perto com organizações regulatórias, tanto do governo quanto autorreguladas, inclusive os mercados acionários, para garantir que as entidades reguladas cumpram suas obrigações de "proteger investidores e identificar e buscar potenciais malfeitos".

A SEC também sustenta que monitora de perto ações de entidades reguladas que podem prejudicar investidores ou inibir de modo indevido a negociação de certos ativos.

Em seu comunicado, a SEC diz que agirá para proteger os investidores de varejo, quando fatos demonstrarem atividade de negociações "abusivas ou de manipulação" vetadas por leis federais. Também que continuará a trabalhar em nome dos investidores e dos mercado e que espera facilitar um "diálogo público robusto" entre os participantes do mercado e investidores sobre a estrutura e a operação dos mercados.