PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Vendas no varejo caem 11,1% em janeiro em relação a janeiro de 2020, diz ACSP

Vendas no varejo do Brasil avançam 0,9% em outubro, diz IBGE - Reuters
Vendas no varejo do Brasil avançam 0,9% em outubro, diz IBGE Imagem: Reuters

Victoria Netto, especial para a AE

São Paulo

05/02/2021 15h35

As vendas do varejo na cidade de São Paulo caíram 11,1% em janeiro deste ano ante o mesmo período de 2020. Em relação ao mês de dezembro, a queda foi ainda maior, com retração de 38,7% no consumo. Os dados, divulgados nesta sexta-feira, 5, são do último Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) junto à Boa Vista.

As medidas de restrição determinadas pelo governo do Estado colocaram a capital, entre outras cidades, em fase vermelha no último mês e, como reflexo, as lojas funcionaram com dias e horários limitados, o que acabou afetando a atividade.

A alta da inflação nos alimentos e o fim do auxílio emergencial, de acordo com a Associação, também justificam a diminuição do consumo das famílias no comércio.

O Balanço de Vendas de janeiro, de acordo com a ACSP, representa um "baque econômico" para o varejo, porque havia a sinalização de que a economia do setor estivesse se recuperando desde junho do ano passado, quando houve o primeiro pico de desaceleração no comércio, com retração de 54,9%.

Em dezembro, com as vendas de fim de ano, a variação foi positiva em 18,4%, ainda que 6,3% menor do que em relação ao mesmo período de 2019.

Com a suspensão das medidas de restrição da fase vermelha anunciadas ontem pelo governo do Estado de São Paulo, a expectativa é de melhora entre os varejistas.

"A gente acredita e espera que essas medidas de flexibilização permitam o funcionamento do comércio todos os dias a partir de agora", afirmou, em nota, o economista da ACSP Marcel Solimeo.

PUBLICIDADE