PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Para FMI, ativos de risco estão sobrevalorizados com mercados confiantes

Gabriel Caldeira

São Paulo

10/02/2021 14h19

Para a economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Gita Gopinath, os mercados globais estão muito confiantes de que o melhor cenário para a economia se desenvolverá em 2021 e, por isso, há "sobrevalorização" nos ativos de risco. "Os mercados de ativos dependem bastante da vacinação em massa e de que as autoridades monetárias mantenham suas medidas acomodatícias por algum tempo", disse Gopinath, alertando para um maior descolamento das bolsas da economia real, o que pode causar turbulência em mercados emergentes, segundo ela.

Essa situação preocupa a maioria das autoridades envolvidas na política monetária, disse Gita Gopinath.

O cálculo a ser feito, diz, é saber até onde as políticas de acomodação devem ser adotadas para dar suporte à economia, ao mesmo tempo em que previne a criação de bolhas nos mercados.

"Espero que tenhamos chegado ao ponto em que mais medidas monetárias não serão necessárias para irmos em direção à recuperação", disse Gita.

Outra preocupação da economista está em como os mercados vão reagir à retirada das medidas acomodatícias após a crise.

Gita Gopinath argumentou que manter as condições financeiras estáveis até lá evitará "desvios" depois da pandemia.

PUBLICIDADE