PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Não é a hora de 'começar a começar' a falar sobre redução de estímulo, diz Powell

Ricardo Leopoldo e Gabriel Bueno da Costa

São Paulo

28/04/2021 17h40

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, afirmou que a política monetária nos Estados Unidos seguirá "altamente acomodatícia" enquanto o nível de atividade do país estiver em recuperação. "Apoiaremos a economia pelo tempo que for necessário para garantir a retomada."

Powell ressaltou também que o aumento no balanço do Federal Reserve tem garantido apoio à demanda agregada. "Ainda não é a hora de começar a começar a falar sobre redução de estímulos" monetários. "Não haverá recuperação total até que as pessoas estejam confiantes de que estão seguras."

Para o presidente do Fed, seria improvável a alta sustentada da inflação acima da meta de 2% no quadro econômico atual.

Powell apontou que há a chance de que os EUA registrem mais alguns surtos do coronavírus no inverno no país no final deste ano.

Na avaliação de Jerome Powell, a economia será diferente agora, pois muitas empresas estão atentas em empregar mais tecnologias para executar suas atividades. "É bem improvável que desempregados do setor de serviços encontrem trabalho logo", destacou.

Contudo, ele apontou que os EUA ainda não estão enfrentando as "cicatrizes" da recuperação muito temidas pelas autoridades do Fed há um ano.