PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Comércio fechou 293 mil vagas no trimestre encerrado em março, revela IBGE

Também houve perdas de vagas em alojamento e alimentação, administração pública, defesa, seguridade social, entre outros serviços - Nelson Antoine/Estadão Conteúdo
Também houve perdas de vagas em alojamento e alimentação, administração pública, defesa, seguridade social, entre outros serviços Imagem: Nelson Antoine/Estadão Conteúdo

Daniela Amorim

No Rio de Janeiro

27/05/2021 12h26Atualizada em 27/05/2021 12h52

O comércio fechou 293 mil vagas no trimestre encerrado em março ante o trimestre terminado em dezembro, segundo os dados da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), divulgados hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Também houve perdas de vagas em alojamento e alimentação (-139 mil), administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (-178 mil) e outros serviços (-173 mil).

Por outro lado, houve contratações na indústria (16 mil), transporte (59 mil), agricultura, pecuária, produção florestal pesca e aquicultura (35 mil), construção (2 mil), serviços domésticos (6 mil) e informação, comunicação e atividades financeiras (126 mil).

Em relação ao patamar de um ano antes, a agricultura ganhou 329 mil trabalhadores.

Houve perdas em todas as demais atividades. A construção demitiu 361 mil, o comércio dispensou 1,636 milhão.

Alojamento e alimentação fechou 1,400 milhão de vagas, e serviços domésticos perderam 1,041 milhão de trabalhadores.

A administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais demitiu 62 mil trabalhadores, a indústria dispensou 914 mil funcionários, enquanto o setor de informação, comunicação e atividades financeiras demitiu 55 mil.

Transporte perdeu 542 mil vagas e os outros serviços demitiram 917 mil pessoas.