PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Associação de minoritários cria ferramenta para espelhar carteiras de gestores

Matheus Piovesana

São Paulo

17/06/2021 09h16

O Instituto Empresa vai lançar nesta quinta-feira, 17, uma ferramenta para que pequenos investidores tentem replicar o desempenho de grandes fundos no mercado. Uma parceria com a plataforma Smart Money, o produto utiliza dados disponibilizados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para entender as estratégias de investimento seguidas por investidores institucionais.

É mais uma aposta nas chamadas "carteiras prontas", que têm ganhado popularidade com a entrada de novos investidores no mercado. Engajado na causa dos acionistas minoritários, inclusive com ações reunindo pequenos investidores, o Instituto Empresa acredita que a ferramenta pode reduzir as assimetrias de informação entre os "tubarões", como são chamados os grandes investidores, e as "sardinhas", apelido dado aos pequenos aplicadores. A ferramenta será oferecida sem custo aos associados do IE, e mediante assinatura para usuários externos.

Um dos produtos da plataforma é a "Carteira do Consenso", que reúne as posições de melhor desempenho dos nove fundos de investimento com os melhores números no acumulado. Embora os dados tornados públicos na CVM tenham algum atraso - de um mês em média - em relação à posição atual dos fundos, os criadores acreditam que o foco em gestores que fazem poucas mudanças de carteira vai tornar a ferramenta mais precisa.

"O nível de profissionalização e o acesso de informações por parte dos investidores institucionais é crescente", diz Eduardo Silva, presidente do IE. Segundo ele, neste cenário, faz pouco sentido que os pequenos investidores tentem nadar contra a corrente, com movimentos contrários aos dos grandes investidores.

A ferramenta deve fazer ainda o rebalanceamento da carteira de posições vencedoras uma vez por mês, além de análises sobre pagadoras de dividendos, small caps populares, posições vendidas (short) de grandes fundos, entre outros. As posições dos gestores em fundos imobiliários também fazem parte do pacote.