PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Yellen vê economia dos EUA a caminho do pleno emprego 2 anos antes do previsto

Janet Yellen, secretária do Tesouro, afirmou que a economia norte-americana está a caminho de atingir o pleno emprego dois anos antes do que o estimado  - Charles Dharapak
Janet Yellen, secretária do Tesouro, afirmou que a economia norte-americana está a caminho de atingir o pleno emprego dois anos antes do que o estimado Imagem: Charles Dharapak

Ilana Cardial e Gabriel Caldeira

São Paulo

30/11/2021 13h17Atualizada em 30/11/2021 14h29

A economia norte-americana está a caminho de atingir o pleno emprego dois anos antes do que o estimado pelo Escritório de Orçamento do Congresso (CBO, na sigla em inglês), avalia a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen. Em testemunho diante do Comitê Bancário do Senado, Yellen observou que a taxa de desemprego do país está no nível mais baixo desde o início da pandemia. "Estou confiante de que a recuperação econômica segue forte", afirmou.

Yellen disse ainda que a recuperação econômica do país não pode ser separada de seu progresso em lidar com a pandemia.

Em relação à variante Ômicron, identificada recentemente, a secretária afirmou que são necessários mais dados. "Mas o que permanece verdade é que nossa melhor proteção contra o vírus é a vacina. As pessoas devem se vacinar e receber a dose de reforço."

JANET YE

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos reforçou a importância de que o Congresso eleve o teto da dívida americana, cujo prazo expira em dezembro. "Não posso dizer o quão crítico é que Congresso lide com essa questão", afirmou.

Se a elevação não for feita, a recuperação vista atualmente será "eviscerada", diz Yellen.

A secretária destacou a importância dos pacotes apresentados pelo presidente Joe Biden. "Esperamos que esses investimentos levem a um aumento do PIB no longo prazo, sem aumentar a dívida nacional ou o déficit em um dólar. Na verdade, as compensações nesses projetos de lei significam que eles realmente reduzem os déficits anuais ao longo do tempo."

PUBLICIDADE