PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Twitter considera uso de 'pílula de veneno' para evitar que Musk eleve participação

Nova York, 14

14/04/2022 18h15

O Twitter considera adotar o uso da chamada "pílula de veneno", que irá impedir que Elon Musk, que detém 9,2% das ações da companhia, aumente sua participação para além de 15%, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto.

Depois de propor aquisição do Twitter, confirmada pela empresa, Musk admitiu, durante uma Ted Talk hoje, que não está certo de que dará seguimento à compra. Ainda assim, disse ter "ativos suficientes" para tal. Ele não deu qualquer indício de como pretenderia pagar pelo negócio.

Mesmo com a intenção declarada de comprar o Twitter, Musk não é mais o maior acionista da empresas. A gestora de ativos Vanguard elevou recentemente sua fatia na plataforma e agora é a maior acionista. Ela informou em 8 de abril que possui agora 82,4 milhões de ações do Twitter, ou 10,3% do total.