PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Guerra lançou transição energética 'cem anos à frente', afirma Guedes

Brasília

18/05/2022 11h37

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a invasão da Ucrânia pela Rússia fez avançar a discussão sobre a transição da matriz energética e a necessidade de aumentar a segurança alimentar dos países. "A guerra lançou transição energética cem anos à frente", afirmou.

Em participação no congresso "Mercado Global de Carbono", realizado pelo Banco do Brasil e Petrobras, Guedes disse que norte-americanos e europeus reforçaram em conversas recentes a necessidade de que as cadeias de produção sejam em "nearshore" países próximos e "friendshore" países amigos, critérios que seriam preenchidos pelo Brasil. "O Brasil é plataforma que está perto e é confiável, a ficha caiu", completou.

Guedes acrescentou que o Brasil será um dos maiores produtores de energia limpa e barata do mundo. "O Brasil vai precisar de energia para si e para o mundo. Vamos reindustrializar o Brasil em cima de energia barata", completou.

Em sua fala, o ministro voltou a dizer que o Brasil está "condenado a crescer" e disse que a taxa de investimento chegará a 20%.

Ele ressaltou que a inflação tem atingido os maiores níveis da história na Europa, Estados Unidos e China. "Enfrentamos com resiliência", completou. "Estamos muito confiantes e seguros de que estamos no caminho certo."