IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Novos surtos de covid na China e choques de energia são riscos, diz BoE em ata

São Paulo

15/12/2022 14h03

Dirigentes do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) consideram que, apesar dos gargalos de produção terem diminuído, possíveis crises da covid-19 na China são riscos para a cadeia de oferta, "embora o efeito preciso dependeria da resposta da economia chinesa às mudanças nas políticas e até que ponto as cadeias de suprimentos globais se tornaram mais resilientes".

A observação consta na ata da última decisão monetária do BC inglês, publicada nesta quinta-feira, 15, junto à decisão do BoE, de aumentar as taxas de juros em 50 pontos-base (pb).

A instituição também avaliou que novos choques nos preços da energia e de outras commodities são considerados como risco para as perspectivas centrais.

"Além disso, pode haver riscos ascendentes para a inflação dos preços dos serviços se os custos persistentemente elevados dos fatores de produção forem incorporados, nomeadamente através de um maior crescimento salarial", afirmam os dirigentes do BoE no documento.