IPCA
0,26 Set.2023
Topo

Miriam Belchior: PPI fica na Casa Civil e será coordenado por vários ministros

Brasília

28/12/2022 11h28

A ex-ministra do Planejamento Miriam Belchior confirmou nesta quarta-feira, 28, que o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) ficará sob o guarda-chuva da Casa Civil, pasta da qual será secretária-executiva, com Rui Costa (PT) no comando. Como mostrou na terça-feira o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), apesar das tentativas da cúpula do MDB de turbinar o Ministério do Planejamento com o PPI, a pasta a ser assumida pela senadora Simone Tebet (MDB-MS) deve manter a estrutura sugerida pelo governo de transição.

Belchior explicou que o Planejamento terá apenas uma das cadeiras na coordenação do PPI. "A coordenação do PPI contará com vários ministros, inclusive Planejamento", disse a ex-ministra ao sair do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede da transição.

Atualmente, a Secretaria Especial do PPI fica alocada no Ministério da Economia. Há também o conselho do PPI, que participa das reuniões deliberativas do órgão. Nele são integrantes o presidente da República e vários ministérios, como o da Economia, Casa Civil, Infraestrutura e Minas e Energia. Para que Tebet seja contemplada de alguma forma, a ideia é de que o Planejamento tenha assento também no Conselho.

O Broadcast Político mostrou que o PPI tornara-se uma disputa interna nos bastidores do governo eleito, com aliados de Tebet na tentativa de levar o programa para o Planejamento e a cúpula petista barrando o movimento. Como revelou a reportagem, Rui Costa, inclusive, já havia escolhido quem será o responsável pelo PPI: o secretário de infraestrutura da Bahia, Marcus Cavalcanti.