IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

BC reabrirá consulta de recursos esquecidos no SVR

Brasília

27/02/2023 15h51

O Sistema de Valores a Receber (SVR) será reaberto em 7 de março, mas já partir da terça-feira, 28 de fevereiro, os cidadãos já poderão consultar se têm recursos "esquecidos" em instituições financeiras, informou o Banco Central (BC). Tanto a reabertura da segunda fase do sistema quanto a consulta estarão disponíveis nas respectivas datas às 10 horas (de Brasília).

Segundo o BC, a segunda fase do SRV pode liberar até R$ 6 bilhões na economia para 38 milhões de CPFs e 2 milhões de CNPJs. A nova fase também trará novidades, como a criação de uma sala de espera virtual e consulta de valores de pessoa falecida, com acesso para herdeiros e testamentários.

Em relação ao tipo de recurso, a autarquia informa que, nesta fase, poderão ser recuperados valores referentes a contas de pagamento pré ou pós-paga encerradas com saldo disponível, contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras encerradas com saldo disponível, assim como outros recursos disponíveis nas instituições para devolução.

Além disso, também poderão ser requisitados, como na primeira etapa do SVR, recursos referentes a contas corrente ou poupança encerradas com saldo disponível, cotas de capital e rateio de sobras líquidas de ex-participantes de cooperativas de crédito; recursos não procurados de grupos de consórcio encerrados, tarifas cobradas indevidamente e parcelas ou despesas de operações de crédito cobradas.

Com a inclusão de todos os tipos de valores previstos na regra do SVR, o BC espera ampliar a possibilidade e o montante a ser recebido pela sociedade.

O órgão alerta para golpes e reforça que o único site onde será possível fazer a consulta e saber como solicitar a devolução dos valores para pessoas jurídicas ou físicas, incluindo falecidas, é: https://valoresareceber.bcb.gov.br.

Veja abaixo as demais novidades da nova fase do SVR:

- Inclusão de todos os tipos de valores previstos na norma do SVR, ampliando a possibilidade e o montante a receber;

- Compartilhamento e impressão das telas e protocolos de solicitação do SVR, inclusive pelo WhatsApp, facilitando o acesso e guarda das informações do sistema;

- Sala de espera virtual para manter o SVR aberto por prazo indeterminado, com acesso sem agendamento;

- Consulta a valores de pessoa falecida, com acesso para herdeiro(a), testamentário(a), inventariante ou representante legal, informando os dados de contato da instituição responsável pelo valor e a faixa de valor;

- Mais transparência para quem tem conta conjunta. Se um dos titulares solicitar o valor via SVR, o outro, ao entrar no sistema, conseguirá ver as informações da solicitação: valor, data e CPF de quem solicitou.