IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Fed/Ata: inflação segue inaceitavelmente alta, e desaceleração é mais lenta do que o esperado

São Paulo, 12

12/04/2023 16h30

A ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed) destaca que os dirigentes avaliaram que a inflação manteve-se elevada de maneira "inaceitável" nos Estados Unidos. Segundo o documento, publicado nesta tarde, os participantes do encontro comentaram ainda que os dados recentes da inflação indicaram um progresso mais lento do que o esperado na desinflação.

"Relativamente aos preços dos serviços essenciais excluindo habitação, os participantes concordaram que havia pouca evidência que apontasse para a desinflação nesta componente", afirma a ata. Ao considerar as ações apropriadas de política monetária, os dirigentes concordaram que a inflação permaneceu bem acima da meta de longo prazo do Comitê de 2%, e que os dados recentes forneceram poucos sinais de que as pressões inflacionárias estavam diminuindo em um ritmo suficiente para retornar a inflação a 2%.

Por sua vez, "refletindo os efeitos de um menor aperto projetado nos mercados de produtos e de trabalho, o núcleo da inflação deverá desacelerar acentuadamente no próximo ano", afirma o documento.

Vários participantes do encontro observaram a importância de as expectativas de inflação de longo prazo permanecerem ancoradas e observaram que quanto mais tempo a inflação permanecer elevada, maior o risco de as expectativas de inflação se tornarem não ancoradas, diz a ata.