IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Brasil tem grande possibilidade de aumento 'enorme' de investimento chinês, afirma Alckmin

São Paulo

17/04/2023 13h02

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, disse nesta segunda-feira, 17, que o Brasil tem uma possibilidade grande de receber um aumento "enorme" dos investimentos chineses, após a visita de Estado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na semana passada a Pequim.

Durante abertura de seminário sobre gás realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Alckmin citou o interesse brasileiro em ter fábricas de placas fotovoltaicas, assim como de equipamentos de energia renovável, inclusive eólica.

A China promete investimentos no setor. "A China é o maior parceiro comercial do Brasil e temos grande possibilidade de ter aumento de investimento enorme da China no Brasil, além, das compras de produtos brasileiros", declarou o vice-presidente.

Ao justificar as viagens ao exterior do presidente Lula, Alckmin defendeu os acordos que estão sendo costurados com parceiros internacionais, uma vez que países que não realizam acordos perdem a preferência para os que os fazem.

Ele disse aos empresários da indústria paulista que as missões internacionais começaram na vizinha Argentina, para onde o Brasil exporta produtos industrializados, ou seja, uma pauta de maior valor agregado.

Já ao falar da visita aos Estados Unidos, segundo destino de Lula após a posse, o vice-presidente lembrou que as placas de aço do Brasil foram retiradas de uma lista antidumping de Washington. "Vai aumentar a exportação da siderurgia", assinalou.