IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Consultoria pede falência da Tok&Stok por dívida de R$ 3,8 milhões; empresa contesta valor

A Tok&Stok contesta os valores na Justiça, segundo fontes - Divulgação
A Tok&Stok contesta os valores na Justiça, segundo fontes Imagem: Divulgação

Altamiro Silva Junior e Cynthia Decloedt

20/04/2023 21h09Atualizada em 21/04/2023 11h38

A consultoria de tecnologia Domus Aurea, com sede em Barueri (SP), pediu a falência da Tok&Stok em um tribunal de São Paulo. A alegação é que a varejista tem uma dívida de R$ 3,8 milhões, referente a um projeto que foi suspenso. O valor é questionado pela Tok&Stok, de acordo com fontes.

O pedido de falência foi feito à 3ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo e afirma que "a insolvência da Tok&Stok é comprovada", pois a empresa não fez pagamentos a Domus, em atraso de três meses.

O contrato com a Domus foi fechado pela Tok&Stok em 2019, por ao menos cinco anos, no valor de R$ 34 milhões, para o desenho de estratégia, desenvolvimento, assessoria, gestão e treinamento em tecnologia digital para as operações da varejista.

A Tok&Stok está questionando o valor na Justiça, de acordo com fontes. Advogados ressaltam que pedidos de falência são comuns em casos de atraso de pagamentos e normalmente os juízes não decretam falência quando os valores cobrados são baixos.

O pedido da Domus Aurea vem em um momento de reestruturação na empresa, que tem fechado lojas, trocou recentemente seu comando e deve receber um aporte de R$ 100 milhões de seu maior acionista, o fundo americano Carlyle.