Conteúdo publicado há 10 meses

Fitch eleva ratings de 12 bancos públicos e privados do Brasil

A Fitch elevou a nota de crédito de 12 instituições financeiras do Brasil, incluindo bancos públicos e privados (ver lista abaixo). A ação ocorre na esteira do aumento do rating soberano do País e da avaliação sobre o ambiente de operação para os bancos brasileiros, anunciou a agência nesta quarta-feira, 2.

A ação inclui instituições brasileiras cujos ratings estão "limitados no mesmo nível ou a um degrau acima do rating soberano do Brasil", segundo comunicado da Fitch. Assim, as principais sensibilidades das avaliações de créditos de todas essas entidades estão relacionadas a eventuais mudanças nos ratings soberanos, em qualquer direção, disse a agência.

Veja como ficaram os ratings de emissor de inadimplência a longo prazo e moeda estrangeira (IDRs, na sigla em inglês) dos bancos:

  • Banco BOCOM BBM S.A.: elevado de BB a BB+
  • Itau Unibanco Holding S.A.: elevado de BB a BB+
  • Itau Unibanco S.A.: elevado de BB a BB+
  • Banco Bradesco S.A.: elevado de BB a BB+
  • Banco PAN S.A.: elevado de BB- a BB
  • Banco BTG Pactual S.A.: elevado de BB- a BB
  • Banco do Brasil S.A.: elevado de BB- a BB
  • Caixa Econômica Federal: elevado de BB- a BB
  • Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES): elevado de BB- a BB
  • BTG Pactual Holding S.A.: elevado de BB- a BB
  • Banco da Amazônia S.A.: elevado de BB- a BB
  • Banco do Nordeste do Brasil S.A.: elevado de BB- a BB