Presidente do BoE diz que dirigentes estão cautelosos sobre pausar o aperto monetário

O presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Andrew Bailey, afirmou que os dirigentes britânicos estão cautelosos sobre pausar o aperto monetário ou pular elevações de juros, ao contrário de pares em economias avançadas. Na semana passada, o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e o Banco Central Europeu (BCE) elevaram suas taxas de juros, mas indicaram possibilidade de pausar o aperto para digerir dados macroeconômicos.

"A questão para nós é que tivemos muitas surpresas desagradáveis relacionadas à inflação e ao mercado de trabalho. Então, estou mais cuidadoso agora", comentou Bailey, em entrevista à CNBC.

Segundo o dirigente, a economia do Reino Unido está apenas começando a ver os efeitos atrasados da política monetária sobre os preços. Neste cenário, Bailey afirmou que o BC continuará dependente de dados para decidir entre os "múltiplos caminhos" disponíveis para alcançar a meta da inflação em 2%.