Marina diz 'ter certeza' de que Mercosul fechará acordo com UE após queda do desmatamento

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, afirmou que "tem certeza" de que o Mercosul fechará o acordo comercial com a União Europeia (UE), à medida que o Brasil acelerar os esforços de preservação ambiental.

Em entrevista à EBC, às margens da Cúpula da Amazônia, em Belém, Marina alegou que o tratado de livre-comércio só não foi assinado ainda porque o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) evitou medidas de combate ao desmate. Na visão dela, os resultados do recuo do desflorestamento tendem a destravar o processo. "Isso é bom para o agronegócio, para a indústria e para todos nós", disse.

Embora os países da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) não tenham acertado uma meta para acabar com o desmatamento em um prazo específico, Marina disse que o Brasil já trabalha em prol do compromisso de zerar a devastação da Amazônia até 2030.

"Todos os países concordaram que a Amazônia não pode chegar ao ponto de não retorno", informou, em referência ao fenômeno em que a savanização do bioma se torna irreversível.

A ministra também ressaltou que o governo quer fazer do Plano Safra uma "base" para a transição para uma economia de baixo carbono. Segundo ela, a proposta é de que os produtores que já são ambientalmente responsáveis tenham benefícios como a redução dos juros.