Vimos várias revisões para cima do PIB brasileiro nos últimos meses, diz Campos Neto

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, destacou nesta sexta-feira, 11, a série de revisões para cima nos últimos meses para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro neste ano. Ele repetiu a avaliação de que o BC conseguiu fazer trabalho de aperto monetário com um "pouso suave".

"Um pedaço grande de surpresa no PIB é devido ao agro, que deve acomodar ao longo do tempo", repetiu, em palestra no Fórum de Gestão Empresarial da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), em Curitiba. "O Brasil é que teve maior revisão para cima de PIB em estudo recente do FMI, mostrando essa ideia de pouso suave que temos falado", completou.

Mais uma vez, Campos Neto destacou a importância de seguir com reformas para aumentar o PIB potencial do Brasil. "Creio que crescimento estrutural é até mais alto que projeção de analistas do mercado", acrescentou.