IGP-M cai 0,06% na 2ª prévia de agosto, ante queda de 0,72% na mesma leitura de julho, diz FGV

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) cedeu 0,06% na segunda prévia de agosto, após cair 0,72% na mesma leitura de julho, informou nesta segunda-feira, 21 a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O movimento foi puxado por um recuo menos intenso na margem do Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), de queda de 1,03% para contração de 0,08%, e aceleração do Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M), de alta de 0,03% para 0,22%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M), por outro lado, caiu 0,12% na segunda prévia de agosto, após subir 0,04% na mesma leitura em julho.

IPAs

Os preços ao produtor agropecuário medidos pelo IPA-M agro subiram 0,12% na segunda prévia do IGP-M de agosto, ante queda de 2,29% na mesma leitura de julho. Nos preços industriais medidos pelo IPA-M industrial, houve perda no ritmo de deflação entre as leituras, de 0,57% para 0,16%.

Nas aberturas por estágios de processamento, os Bens intermediários caíram 0,43%, ante recuo de 1,22%, com destaque para o subgrupo materiais e componentes para a manufatura (-1,40% para -0,71%).

Os Bens finais passaram de queda de 0,97% em julho para recuo de 0,74% em agosto. O movimento foi puxado pelo subgrupo combustíveis para o consumo (-7,05% para -2,86%).

Já as matérias-primas brutas subiram 1,00% nesta leitura, ante queda de 0,88%. Contribuíram para o movimento da abertura os itens soja em grão (-1,23% para 5,43%), café em grão (-12,45% para -2,93%) e milho em grão (-4,78% para -0,10%). Em sentido oposto, destacam-se os itens minério de ferro (5,00% para 2,51%), cana-de-açúcar (0,19% para -0,45%) e mandioca/aipim (-1,25% para -3,58%).

Influências

As maiores pressões para cima sobre o IPA-M na segunda prévia de agosto partiram de soja em grão (-1,23% para 5,43%), minério de ferro (5,00% para 2,51%) e farelo de soja (-2,66% para 5,81%), junto com banana (4,56% para 7,22%) e óleo de soja refinado (3,85% para 5,71%).

Por outro lado, puxaram o índice para baixo batata-inglesa (8,35% para -23,96%), leite in natura (-6,48% para -2,50%) e ovos (-2,08% para -3,94%), seguidos por celulose (-10,73% para -10,00%) e mandioca/aipim (-1,25% para -3,58%).