EUA não terão prosperidade econômica se jovens não tiverem oportunidades, diz diretora do Fed

A diretora do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Michelle Bowman, falou sobre a importância de oferecer oportunidades para jovens para que a economia dos Estados Unidos possa se desenvolver de forma sustentada. Segundo ela, o número de jovens adultos que não estudam nem trabalham está aumentando nos últimos vinte anos.

"Jovens ainda enfrentam desafios significativos a longo prazo. O que é preocupante tanto para os indivíduos como para a economia como um todo", afirmou Michelle Bowman, em discurso durante o evento Fed Listens.

A diretora afirmou que o número de trabalhadores entre 18 e 24 anos já recuperou os níveis de antes da pandemia de covid-19 e que os salários dos jovens cresceu mais rapidamente do que os dos trabalhadores em idade adulta, nos últimos anos.

Ela não comentou temas diretamente ligados à política monetária.

O presidente do Fed de Chicago, Austan Goolsbee, participou do mesmo evento e também não teceu declarações sobre política econômica de curto prazo.