Pouco aperto é risco maior para economia dos EUA que aperto exagerado, diz dirigente do Fed

A presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Cleveland, Loretta Mester, afirmou nesta sexta-feira, 25, que um aperto menor que o necessário seria risco maior que aperto exagerado para a economia dos Estados Unidos.

Segundo ela, o crescimento econômico mais forte que o esperado nos EUA aponta para um pouso suave para a economia. Mas, para Loretta Mester, a inflação ainda está muito alta.

"Estamos comprometidos em reduzir a inflação de volta a meta de 2%", afirmou a integrante do Fed à Bloomberg, durante o Simpósio de Jackson Hole.

Para a dirigente, o mercado de trabalho precisa seguir moderando e os juros em alta devem pressionar a inflação.

De acordo com ela, os bancos americanos estão tomando as ações necessárias para adequar a liquidez.