Após reajuste, gasolina fecha agosto 2,46% mais cara que no início do mês, aponta Ticket Log

Após o reajuste de 16,3% da gasolina pela Petrobras, válido desde o último dia 16, o preço médio do combustível no Brasil é de R$ 5,82 por litro neste final de agosto. O valor é 2,46% mais alto que a média dos dez primeiros dias do mês (R$ 5,68) e 1,7% mais alto que o preço registrado no final de julho (R$ 5,72), segundo dados preliminares do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), levantamento que consolida o comportamento de preços das transações nos postos de combustível.

O aumento de mais de 2% foi registrado em todas as regiões do País, na comparação com os dez primeiros dias deste mês. A alta mais expressiva foi no Sudeste, onde o litro aumentou 2,55%, mas ainda figurando como a menor média entre as regiões, a R$ 5,62. Já a maior média foi identificada nos postos do Norte, a R$ 6,31.

Entre os Estados, o preço mais alto foi o de Roraima, a R$ 6,61 o litro, e o mais baixo o de São Paulo, a R$ 5,56.

Em relação ao etanol, não houve mudanças ante o primeiro decênio do mês, com o litro fechando agosto ao mesmo preço médio de R$ 3,76. Houve, porém, uma queda de 3,8% na comparação com o fechamento do mês passado (R$ 3,91).