Haddad: Orçamento será encaminhado com 'resultado equilibrado', nem teria tempo de mudar

Diante da especulação política sobre a possibilidade de alteração na meta de déficit primário zero para 2024, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, garantiu nesta terça-feira, 29, que o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2024 será encaminhado ao Congresso com "resultado equilibrado". Apesar do "fogo amigo" da ala política do governo, o ministro disse que nem mesmo haveria tempo hábil para alterar o projeto, que precisa ser entregue ao Parlamento até quinta-feira, 31.

"Está pronto há mais de 15 dias. Não tem nem como mudar o orçamento. No dia 31 a gente apresenta os parâmetros, os dados, as medidas fiscais, já fechado com o Planejamento. O orçamento está indo equilibrado, o que significa que as receitas primárias são iguais as despesas primárias", disse Haddad antes de deixar a Fazenda a caminho do Palácio do Planalto, onde teria ainda agendada reunião com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e os demais integrantes da Junta de Execução Orçamentária (JEO).

Segundo Haddad, a equipe agora está fechando questões como anexos e exposições de motivos da peça orçamentária.

Ainda de acordo com o ministro, o orçamento estava pronto antes mesmo da viagem de Lula para a cúpula do Brics, na qual Haddad acompanhou o presidente. "Não tem nem como mudar a peça orçamentária em dois dias", respondeu.

Como mostrou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) mais cedo, a Fazenda mantém seu objetivo de manter a meta de déficit zero em 2024 e vê o debate como um não assunto neste momento, apesar de ter sido levantado pela ala política do governo.