Volume de serviços está 12,8% acima do nível pré-pandemia, aponta IBGE

Após a alta de 0,5% no volume de serviços prestados no País em julho ante junho, o setor passou a funcionar em patamar 12,8% superior ao de fevereiro de 2020, antes do agravamento da crise sanitária no País. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em julho, os transportes passaram a operar 23,9% acima do nível pré-pandemia de covid-19, de fevereiro de 2020, enquanto os serviços prestados às famílias ainda estavam 1,7% abaixo.

Os serviços de informação e comunicação estão 17,7% acima do pré-pandemia, e o segmento de outros serviços está 0,5% acima. Os serviços profissionais e administrativos estão 8,7% acima do patamar de fevereiro de 2020.

Acumulado em três meses de ganho consecutivo

O avanço de 0,5% no volume de serviços prestados no País em julho ante junho foi a terceira variação positiva seguida no setor, que acumulou um ganho de 2,2% no período.

Três das cinco atividades pesquisadas cresceram em julho ante junho, com destaque para o avanço de 0,6% nos transportes, setor com o maior impacto sobre o resultado geral do índice.