Governo de Minas Gerais terá planejamento de transportes realizado pela Infra S.A.

O governo de Minas Gerais assinou nesta quarta-feira, 1º, a contratação da Infra S.A. para elaborar um plano para nortear os investimentos no setor de transportes. E estatal fará um plano propondo lista de empreendimentos estratégicos e apontará resultados de pré-viabilidade econômico-financeira para possíveis concessões e Parcerias Público-Privadas de ativos de infraestrutura de Transporte do Estado.

A contratação da empresa pelo governo mineiro, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais - (Codemge), foi aprovada pela Diretoria Executiva da estatal, que é vinculada ao Ministério dos Transportes. Esse é primeiro contrato da Infra S.A. para elaboração de um plano estadual de logística desde que a antiga Empresa de Planejamento e Logística, que era responsável por esse serviço, foi incorporada à Valec.

Pelo contrato, fica prevista a elaboração do Plano Estadual de Logística e Transportes (PELT). A previsão é de que o projeto seja finalizado em até 18 meses após o início dos trabalhos. O PELT é o principal produto de planejamento de longo prazo da Infra S.A. ofertado aos Estados. Segundo o diretor-presidente da estatal, Jorge Bastos, por ser realizado nos moldes do Plano Nacional de Logística (PNL), o documento permite uma convergência com o planejamento desenvolvido em nível federal.

"O Pelt-MG será elaborado com a mesma metodologia do PNL. Assim, o plano que será entregue para Minas Gerais será integrado ao planejamento nacional, o que aumenta a coerência e eficiência do plano nacional e demonstra, junto aos investidores, o compromisso do Governo Federal em desenvolver a infraestrutura de forma sustentável", explica.

Para o desenvolvimento do Plano Estadual, a Infra S.A. realizará um diagnóstico atualizado sobre a situação da rede logística de Minas Gerais e posteriormente desenvolver os cenários de prognósticos a partir dos objetivos, indicadores e premissas definidas em conjunto com o Estado.

Segundo a Infra S.A., o plano que será entregue ao governo estadual visa propiciar uma previsibilidade da situação futura da malha de transportes em diferentes cenários de investimentos, além de apontar empreendimentos capazes de aumentar a eficiência da matriz de transporte do Estado, podendo também atrair investidores da iniciativa privada para o financiamento das obras de infraestrutura necessárias para tornar o estado de Minas Gerais mais competitivo a nível regional, nacional e internacional.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes