Taxas de juros abrem em alta, mas perdem força com dólar e curva dos EUA após ADP

Após abrirem em alta, os juros futuros renovaram mínimas e adotam viés de baixa na manhã desta quarta-feira, 1º de novembro, conforme o dólar e rendimentos dos Treasuries de 10 anos aprofundam queda após o setor privado dos Estados Unidos criar 113 mil empregos em outubro, segundo pesquisa ADP. O resultado ficou bem abaixo da expectativa de analistas consultados pela FactSet, de geração de 142,5 mil postos de trabalho no mês passado.

Às 9h35, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2025 estava em 11,060%, de 11,83% no ajuste anterior.

O DI para janeiro de 2027 caía para 11,205%, de 11,235%, e o para janeiro de 2029 marcava 11,560%, de 11,589% no ajuste de ontem.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes