EUA, China, Brasil e mais 25 países assinam declaração para desenvolvimento seguro de IA

Um grupo de 28 países assinou nessa quarta-feira, 1º, uma declaração para garantir o desenvolvimento seguro de ferramentas de Inteligência Artificial. O acordo foi firmado durante a 1ª cúpula global sobre os riscos da IA, no Reino Unido, e contou com as assinaturas dos Estados Unidos, China, União Europeia e Brasil.

No documento, os países se comprometem a "identificar riscos de segurança da IA, de preocupação compartilhada" e construir uma compreensão científica baseada em evidências sobre esses riscos.

"Existe potencial para danos graves, até mesmo catastróficos, deliberados ou não intencionais, decorrentes das capacidades mais significativas destes modelos de IA. Dada a rápida e incerta taxa de avanço da tecnologia e no contexto da aceleração do investimento, afirmamos que é especialmente urgente aprofundar a nossa compreensão destes riscos potenciais e das ações para os enfrentar", diz a declaração.

O documento ainda reforça a importância do "diálogo global inclusivo" a partir de fóruns internacionais, para continuar a investigação sobre a segurança da IA e garantir que os benefícios da tecnologia "possam ser aproveitados de forma responsável para o bem de todos".

"Resolvemos trabalhar juntos de forma inclusiva para garantir uma IA centrada no ser humano, confiável e responsável que seja segura e apoie o bem de todos", reforça a declaração.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora