Fed: Tom Barkin diz que cenário para corte de juros ainda está distante

O presidente do Federal Reserve (Fed) de Richmond, Tom Barkin, afirmou que ainda não está pensando em cortes nas taxas de juros. Em entrevista à CNBC, Barkin comemorou dados recentes de emprego, consumo - destacando cortes de gastos em famílias de média a baixa renda - e produção, mas disse que cenário de desaceleração sustentada da inflação ainda está distante.

O dirigente votará nas decisões monetárias do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) em 2024. Segundo ele, ainda existem riscos de apertar demais a política monetária ou não alcançar nível restritivo o suficiente, ambos "igualmente perigosos" neste momento.

Barkin evitou afirmar se os juros do Fed teriam atingido pico e reforçou que as próximas decisões serão dependentes de dados. O dirigente expressou preocupação sobre o tamanho da dívida fiscal dos Estados Unidos e, sobre o mercado de títulos, comentou que o BC americano não intervirá desde que o aperto nas condições financeiras contribua para o processo de desinflação sem provocar grandes choques.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora