Empapel: expedição de caixas e papelão ondulado cai 1,3% em setembro, para 344,9 mil toneladas

As expedições de caixas, acessórios e chapas de papelão ondulado somaram 344,942 mil toneladas em setembro, valor 1,3% menor na comparação com o mesmo mês de 2022. Apesar da queda, o resultado se mantém acima da faixa de 340 mil toneladas, destacou a Associação Brasileira de Embalagens em Papel (Empapel).

O volume de expedição por dia útil foi de 13,798 mil toneladas em setembro, queda de 2,4% na comparação interanual. A quantidade de dias úteis no mês foi igual ao mesmo período de 2022.

De acordo com a Empapel, o Índice Brasileiro de Papelão Ondulado (IBPO) recuou 2,4% em setembro na comparação com o mesmo mês do ano anterior, para 153,6 pontos.

Nos dados livres de influência sazonal, o resultado de setembro registra queda de 2,4%, para 149,2 pontos. Na mesma métrica, o volume expedido de papelão ondulado no mês foi de 334,285 mil toneladas. A expedição por dia útil foi de 13,37 mil toneladas, uma alta de 5,1% em relação ao mês imediatamente anterior.

Trimestre

Em termos trimestrais, o volume de expedição para o terceiro trimestre foi de 1,057 milhão de toneladas, 2,0% inferior ao mesmo trimestre do ano anterior. Na série sazonalmente ajustada, o volume expedido no trimestre foi 0,5% superior aos três meses imediatamente anteriores, para 1,012 milhão de toneladas, aponta a Empapel.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes