Conteúdo publicado há 7 meses

Mercado não espera déficit zero mas é importante perseguir meta fiscal, diz Campos Neto

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse nesta terça-feira, 7, que os participantes do mercado não esperam déficit zero nas contas públicas primárias em 2024, mas é importante que o governo persiga essa meta fiscal. Segundo ele, um afrouxamento da meta pioraria as expectativas para as contas públicas a partir de 2025, gerando assim um maior prêmio de risco.

Durante fórum de estratégias de investimento da Bradesco Asset e Bradesco Global Private, Campos Neto manifestou que apoia o esforço do Ministério da Fazenda em reforçar "o máximo possível" a intenção de cumprir a meta.

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse que o governo dificilmente vai conseguir cumprir a meta de déficit zero em 2024, mas o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, tem dado declarações de que a intenção é cumpri-la.