Presidente do BoE aponta riscos de fragmentação à estabilidade financeira global

O presidente do Banco da Inglaterra (BoE, pela sigla em inglês), Andrew Bailey, alertou nesta quarta-feira (8) que a fragmentação da economia global impõe riscos à estabilidade financeira e propôs a reguladores mundiais que busquem objetivos em comum.

Em discurso durante evento do Banco Central da Irlanda, Bailey disse que é preciso reconhecer "que hoje vivemos em uma economia mundial que está enfrentando a fragmentação".

Bailey afirmou que esse fenômeno se deve em parte à pandemia de covid-19 e a tensões geopolíticas. Ele também citou que o Brexit, processo por meio do qual o Reino Unido deixou a União Europeia, levou a uma "redução da abertura" da economia britânica. Ainda segundo Bailey, a fragmentação torna a economia "inerentemente menos estável".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes