Haddad: Queremos propor reglobalização em bases ambientais e sociais

Ao falar sobre a presidência no G20, grupo das 20 maiores economias do mundo, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse hoje que o Brasil pretende usar o protagonismo no grande fórum internacional para propor a reglobalização em bases ambientais e sociais.

Taxação, dívida e sustentabilidade são assuntos a serem tratados pelo grupo. O ministro disse que a Índia, que presidiu o grupo antes do Brasil, deixou de legado um trabalho que precisa ser respeito para não haver descontinuidade.

"Há compromisso com a Índia de que vamos dar sequência", declarou Haddad em evento do Itaú BBA, ressaltando, porém, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer deixar sua marca.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes