BCE estará em melhor posição de reavaliar perspectiva de inflação em dezembro, diz Guindos

O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Luis de Guindos, disse nesta segunda-feira (13) que o BCE estará em melhor posição de reavaliar a perspectiva da inflação na zona do euro em sua reunião de política monetária de dezembro.

Em discurso de abertura da Euro Finance Week, na cidade alemã de Frankfurt, Guindos previu que a inflação ganhará força temporária nos próximos meses, devido a efeitos da base de cálculo, mas ressaltou que o processo geral de desinflação deverá continuar no médio prazo.

Guindos disse ainda que é provável que a economia da zona do euro fique contida no curto prazo e apontou também sinais de que o mercado de trabalho do bloco está começando a se enfraquecer.

Guindos também reiterou que o BCE manterá uma política de juros restritiva pelo tempo que for necessário.

No mês passado, o BCE deixou seus juros inalterados, em meio a novas evidências de desaceleração da inflação na zona do euro, depois de elevá-los de forma contínua desde julho do ano passado.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes