Taxas futuras de juros têm viés de alta com exterior e fiscal no radar

Os juros futuros operam perto da estabilidade na manhã desta segunda-feira, 13, assim como o dólar, mas o viés é de alta, diante do avanço dos retornos dos Treasuries após a Moody's revisar a perspectiva do rating AAA dos EUA, de estável para negativa.

Além de olhar o exterior, o mercado acompanha notícias sobre a cena fiscal, diante da receio de mudança da meta de déficit zero para 2024. Além disso, o Boletim Focus mostrou nesta segunda que as expectativas para IPCA de 2024 novamente oscilaram um ponto-base para cima, de 3,91% para 3,92%. Há um mês, era de 3,88%.

Às 9h11, a taxa de contrato interfinanceiro para janeiro de 2025 ia para 10,745%, de 10,733% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2027 subia para máxima de 10,650%, de 10,617%, e o para janeiro de 2029 tinha máxima de 11,020%, de 10,982% no ajuste de sexta-feira, 10.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes