Bolsas da Europa operam sem sinal único, com Frankfurt em alta e baixa em Londres

Os mercados acionários da Europa não exibem sinal único nesta quinta-feira, 16. Frankfurt sobe, mas o quadro é em geral negativo, com perdas por exemplo em Londres e Paris. Em dia de agenda local modesta, o encontro entre o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o da China, Xi Jinping, era avaliado.

Às 6h30 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 operava em queda de 0,13%, em 453,92 pontos.

Em Londres, a ação do Burberry Group operava em baixa de 8,23%, após a companhia advertir sobre desaceleração global na demanda por itens de luxo, o que afetava seu desempenho atual. A petroleira BP perdia 0,97%, em dia até agora negativo para a commodity.

Na frente geopolítica, o destaque mais cedo foi a reunião realizada em São Francisco (Califórnia, EUA) entre Biden e Xi. Analistas do IG afirmam que o encontro trouxe "sinais de progresso nas relações entre as duas potências", e citam também o acordo no Congresso americano que evitou shutdown no fim desta semana no governo do país.

Biden expôs diferenças, após a reunião, inclusive sobre Taiwan, enquanto Xi fez o mesmo, mas também falou sobre a importância de cooperação entre os dois países. O presidente americano qualificou a reunião como "das mais produtivas e construtivas que tivemos".

Na Europa, a agenda local é modesta nesta quinta, mas haverá evento com a presença de dirigentes do Banco Central Europeu (BCE), entre eles sua presidente, Christine Lagarde, e também do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), com o dirigente Dave Ramsden. Trata-se de conferência do Comitê Europeu de Risco Sistêmico (ESRB, na sigla em inglês), na Alemanha.

Às 6h45, a Bolsa de Londres caía 0,47%, Frankfurt subia 0,29%, Paris recuava 0,38%, Milão tinha alta de 0,09% e Lisboa operava em queda de 0,48%. No câmbio, o euro avançava a US$ 1,0852 e a libra caía a US$ 1,2399. *Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes