Milei reitera plano de privatizar petroleira YPF; ADR da empresa argentina dispara em NY

O presidente eleito da Argentina, Javier Milei, reafirmou, nesta segunda-feira, os planos de privatizar a estatal de petróleo e gás YPF, em um esforço para cumprir a promessa de campanha de reduzir radicalmente o tamanho do Estado.

Em entrevista à rádio argentina Mitre, Milei explicou que o primeiro passo será garantir a recuperação dos resultados da empresa para assegurar uma venda de maior valor. O libertário pretende também entregar ao setor privado o comando de companhias de comunicação, entre elas a Rádio Nacional e a agência de notícias Telám.

Após as declarações, as American Depositary Receipts da YPF em Nova York saltavam 39,36% na Bolsa de Nova York, pouco antes das 12h (de Brasília).

Segundo Milei, o novo governo começará justamente com as reformas macroeconômicas, em particular o reequilíbrio das contas públicas. O presidente eleito disse que almeja solucionar a questão das Leliqs, os títulos emitidos pelo Banco Central que financiam a dívida pública.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes