Prates diz estar na reta final do plano estratégico da Petrobras; deve ser aprovado na 5ª-feira

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, afirmou que está na reta final da elaboração do plano estratégico da estatal e que o documento deve ser aprovado no Conselho de Administração na próxima quinta-feira, 23. O tema foi discutido em reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto, nesta terça, 21. Também estiveram presentes os ministros da Fazenda, Fernando Haddad, e de Minas e Energia, Alexandre Silveira.

"Estamos na reta final para fechar o plano estratégico, então é natural que venha conversar sobre as diretrizes gerais e aprovar na quinta", disse ao sair do encontro. Prates afirmou ainda que a reunião foi "positivíssima" e que se trata de uma discussão normal sobre as diretrizes. "Não tem problema nenhum", afirmou.

O encontro ocorreu em meio a especulações de uma possível demissão do cargo. Na segunda-feira, 20, a coluna da jornalista Malu Gaspar, do jornal O Globo, mostrou que o ministro da Casa Civil, Rui Costa, deve apresentar nesta semana a Lula uma sugestão de substituto para o atual presidente da Petrobras. O chefe da Casa Civil, contudo, negou as informações nas redes sociais.

Questionado sobre possíveis mudanças nos preços de combustíveis, Prates afirmou que tais alterações não funcionam a partir de um "pedido" e negou que exista qualquer solicitação do governo nesse sentido. Segundo ele, o tema não foi tratado durante o encontro nesta tarde.

"Isso não é pedido baixar preço combustível.. Essa coisa não funciona assim não é pedido. Não existe esse pedido efetivo. Estamos praticando, seguramos um tempo com estabilidade ao longo do período de muita oscilação. A oscilação continua acontecendo, então nós vamos discutir isso e amanhã a gente volta a discutir outros assuntos para fechar plano estratégico."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes