RJ tem 37,7% dos desempregados buscando trabalho há 2 anos ou mais, mostra IBGE

No terceiro trimestre de 2023, entre todas as Unidades da Federação, o Estado do Rio de Janeiro tinha a maior proporção de pessoas em situação de desemprego de longa duração. Dos 979 mil desempregados existentes no Estado no período, 37,7% procuravam trabalho há dois anos ou mais.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) e foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em todo o País, 1,849 milhão de pessoas buscavam um trabalho há pelo menos dois anos. Se considerados todos os que procuram emprego há pelo menos um ano, esse contingente em situação de desemprego de longa duração sobe a 2,795 milhões.

Em São Paulo, 18,5% dos 1,862 milhão de desempregados existentes no terceiro trimestre estavam em busca de uma vaga há pelo menos dois anos. Em Minas Gerais, 9,5% dos 675 mil desempregados do Estado estavam nessa situação de desemprego de longa duração.

O Estado de São Paulo concentra 24,2% de toda a população ocupada no Brasil, seguido por Minas Gerais (10,6%), Rio de Janeiro (8,0%), Bahia (6,1%), Rio Grande do Sul (5,9%) e Paraná (5,9%)

Considerando apenas São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, os três Estados respondem juntos por 42,8% de todos os postos de trabalho existentes atualmente no Brasil.