Governo da Argentina eleva impostos sobre dólar tarjeta, a 17 dias de deixar o poder

O governo do presidente argentino, Alberto Fernández, adotou novas medidas cambiais nesta quinta-feira, a 17 dias de deixar o poder. A Administración Federal de Ingresos Públicos (Afip) da Argentina elevou parte dos impostos sobre o "dólar tarjeta", usado para compras de cartão de crédito no exterior, e com isso ele passou de 748 na quarta-feira a 950 pesos nesta quinta, segundo a imprensa local.

O diário Ámbito Financiero comenta que o movimento é um ajuste, pois o dólar tarjeta estava "muito abaixo" de outras cotações, nos vários câmbios do país.

A mesma publicação lembra que o aumento na cotação influi em operações como a compra de dólares para poupança; a compra de bens e serviços no exterior; serviços e transportes via agências de viagens e transporte no exterior; além de importação de mercadorias.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes