Taxas futuras de juros ficam estáveis sem NY, de olho em Galípolo e desoneração

Os juros futuros começam esta quinta-feira (23) estáveis, em sintonia com o dólar e diante do feriado nos Estados Unidos, que mantém os mercados fechados no país.

O investidor aguarda pela participação do diretor de Política Monetária do Banco Central, Gabriel Galípolo (10h), em seminário, o leilão do Tesouro de LTN e NTN-F (11h) e para saber se o presidente Luiz Inácio Lula da Silva irá sancionar ou vetar o projeto de lei que estende a desoneração da folha de pagamento para 17 setores da economia até o fim de 2027.

Às 9h13, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2025 marcava 10,500%, de 10,495%, e o para janeiro de 2027 estava em 10,360%, de 10,354% no ajuste anterior. O vencimento para janeiro de 2029 exibia taxa de 10,760%, de 10,750% no ajuste de quarta-feira.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes