Primeiras horas de Black Friday têm alta de 28,5% sobre igual período de 2022, diz Rede Itaú

Nas primeiras oito horas de venda, a Black Friday de 2023 teve um aumento de 28,5% nas vendas processadas, de acordo com a Rede Itaú, empresa líder em maquininhas no País. O crescimento é puxado pelo varejo online, em que o total de transações teve alta de 38%. Os dois dados consideram as vendas feitas entre meia-noite e 8h desta sexta-feira, 24.

O segmento de educação teve alta de 34,8% no total de transações em relação à Black Friday do ano passado, enquanto o de alimentação subiu 23%. Veículos e vestuário tiveram aumentos de 12,7% e de 10,7%, respectivamente, segundo a Rede.

A empresa afirma que o valor total transacionado cresceu 24,7% na mesma comparação, ou seja, entre as oito primeiras horas de vendas deste ano e o mesmo intervalo da Black Friday de 2022.

"Esses números estão em linha com a demanda dos consumidores que registramos no pré-Black Friday, momento em que aqui no Brasil as empresas já costumam oferecer ofertas atrativas", diz em nota Angelo Russomanno, diretor da Rede.

Segundo ele, na primeira quinzena do mês de novembro, a empresa registrou alta de 27% nas vendas online, e de 12% no varejo físico.

"Ao longo do dia, seguiremos atentos e monitorando as transações de nossos clientes, garantindo a disponibilidade e oferecendo consultoria e insights para que a Black Friday corra da melhor maneira possível, com bons resultados", afirma ele.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes