'Tudo vai ser analisado, mas a gente não está procurando uma YPF', diz presidente da Petrobras

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, disse nesta sexta-feira, 24, que a companhia vai analisar aquisição e desenvolvimento de projetos na Argentina, mas que, por ora, não há nada na mesa da estatal. A Petrobras mantém planta de processamento de gás de Vaca Muerta. "Tudo vai ser analisado, mas a gente não está procurando uma YPF [Yacimientos Petrolíferos Fiscales], estatal argentina de óleo e gás", comentou, ao ser questionado sobre possibilidades de investimentos no país se a política privatista do presidente eleito da Argentina, Javier Milei, for mesmo adiante.

E continuou: "Já temos presença na Argentina, temos uma planta de 41 milhões de metros cúbicos de gás natural em Vaca Muerta. E são US$ 600 milhões aprovados para expansão dessa planta. Fora isso, não temos análise em curso na Argentina, até porque ainda está cedo."

Distribuição

Na América Latina, Prates definiu como "interessantes" eventuais expansões, como a do negócio de distribuição.

"Expansão na América Latina é interessante, rede de postos no Chile pode ser uma parceria. Temos postos próprios na Colômbia, ativos de gás na Colômbia, nossa marca está no Paraguai", disse o presidente da Petrobras.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes