Vendas da Black Friday são 15,3% maiores nas primeiras 14h ante mesmo período de 2022, diz Rede

As vendas da Black Friday deste ano foram 15,3% maiores que na edição do ano passado, de acordo com os dados mais recentes da Rede, credenciadora do Itaú Unibanco, líder do setor no País. Os dados consideram o período entre meia-noite da quinta-feira, 23, e 14 horas desta sexta-feira, 24, em uma comparação com o mesmo intervalo do evento no ano passado.

No varejo físico, o aumento foi de 16,22%, enquanto no online, as vendas cresceram 12,7%. Nas oito primeiras horas de venda, o crescimento havia sido maior: de 28,5% no número de transações, sendo 38% se considerado apenas o comércio virtual.

Por outro lado, a empresa identificou um crescimento mais forte do pagamento através do Pix, seja nas compras online, seja nas compras presenciais. O uso do método de pagamento teve um salto de 188% em relação às 14 primeiras horas da Black Friday de 2022.

O número considera as transações capturadas pelas maquininhas da Rede e em sites que utilizam os sistemas da companhia. A Rede não informa, contudo, quantas transações foram realizadas, seja com cartões ou com Pix.

"O Pix já revolucionou a forma como os brasileiros lidam com suas transações financeiras, mas ainda tem bastante espaço e potencial nas relações de consumo", diz, em nota, o diretor da Rede, Angelo Russomanno.

Segundo ele, a melhor experiência de uso para as empresas e os clientes ajuda a explicar o avanço.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes