Bolsas da Ásia fecham em baixa, com incorporadoras da China sob pressão

Por Gabriel Bueno da Costa*

São Paulo, 27/11/2023 - Os mercados acionários da Ásia fecharam com sinal negativo, nesta segunda-feira, com perdas em Xangai e também em Tóquio. Na China, um indicador mostrou crescimento no lucro industrial em outubro, na comparação anual, mas nas bolsas o sentimento foi negativo, com ações de incorporadoras novamente em foco.

O lucro industrial da China cresceu 2,7% em outubro, ante igual mês do ano passado, segundo dados oficiais. A alta foi a terceira consecutiva, mas o impulso foi menor que o ganho anual de 11,9% visto em setembro. Entre janeiro e outubro, o lucro industrial na China cai 7,8% ante igual intervalo de 2022.

A Bolsa de Xangai fechou em queda de 0,30%, em 3.031,70 pontos, e a de Shenzhen, de menor abrangência, caiu 0,38%, a 1.980,77 pontos. Ações do setor imobiliário e também de fabricantes de bebidas estiveram sob pressão. Vantone Neo Development Group liderou as baixas, com queda de 10%, enquanto Zhuhai Huafa Properties caiu 3,7% e Poly Developments, 2,5%. Entre as fabricantes de bebidas, Kweichow Moutai e Shanxi Xinghuacun Fen Wine Factory caíram 0,8% e 1,5%, respectivamente. Já ações ligadas ao carvão e a semicondutores subiram. Em foco, Chongqing Changan Automobile subiu 10% ante o plano da empresa de uma joint venture com a Huawei.

Em Tóquio, o índice Nikkei registrou baixa de 0,53%, a 33.447,67 pontos. Houve potencial realização de lucros, após ganhos recentes, e a força do iene afetou ações de exportadoras japonesas. Entre os piores desempenhos dos integrantes do Nikkei, Mitsubishi Heavy Industries caiu 5,0%, Zensho Holdings recuou 4,6% e Sumitomo Metal Mining, 3,8%.

O índice Kospi, da Bolsa de Seul, fechou em queda de 0,04%, em 2.495,66 pontos. Papéis ligados ao setor financeiro e à indústria estiveram entre as baixas. LG Energy Solution caiu 1,8% e Samsung C&T, 0,8%. KB Financial registrou baixa de 2,4%, e KakaoBank, de 1,2%.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng registrou baixa de 0,20%, a 17.525,06 pontos. Em Taiwan, o índice Taiex caiu 0,87%, em 17.137,42 pontos.

Na Oceania, em Sydney o índice S&P/ASX 200 recuou 0,76%, em 6.987,60 pontos, com quase todos os setores em baixa. O índice da bolsa australiana registrou a mínima de fechamento em duas semanas. Ações ligadas ao ouro subiram, mas houve fraqueza em mineradoras de lítio e minério de ferro. Ações de redes de supermercados e papéis ligados ao álcool também recuaram.

Contato: gabriel.costa@estadao.com

* Com informações da Dow Jones Newswires

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora