Déficit em conta corrente em 2023 passa de US$ 37,20 bi para US$ 36,02 bi, aponta Focus

Os economistas do mercado financeiro alteraram a estimativa de déficit em conta corrente do balanço de pagamentos para 2023 no Boletim Focus desta semana, publicado nesta segunda-feira, 27. A projeção deficitária passou de US$ 37,20 bilhões para US$ 36,02 bilhões, ante US$ 38,30 bilhões de um mês atrás. Para o próximo ano, a estimativa de déficit foi mantida em US$ 44,66 bilhões, ante US$ 47,80 bilhões há quatro semanas.

Em relação ao superávit da balança comercial em 2023, a projeção avançou de US$ 77,00 bilhões para US$ 83,05 bilhões, contra US$ 74,95 bilhões há um mês. Para 2024, a mediana superavitária passou de US$ 63,65 bilhões para US$ 69,00 bilhões, de US$ 60,60 bilhões quatro semanas antes.

Mesmo com a desaceleração dos fluxos nos últimos meses, os analistas consultados semanalmente pelo BC avaliam que o ingresso de Investimento Direto no País (IDP) será mais do que suficiente para cobrir o rombo em transações correntes neste e no próximo ano.

A mediana das previsões para o IDP em 2023 passou de US$ 64,71 bilhões para US$ 62,60 bilhões. Há quatro semanas, estava em US$ 72,00 bilhões. Para 2024, a estimativa continuou em US$ 70,00 bilhões, ante US$ 80,00 bilhões de um mês antes.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes