Chefe de supervisão do Fed de NY diz que pressão sobre bancos americanos arrefeceu

A chefe do grupo de supervisão do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Nova York, Dianne Dobbeck, afirmou nesta terça-feira, 28, que a pressão sobre os bancos dos Estados Unidos arrefeceu nos últimos meses e reiterou que o sistema bancário permanece seguro e resiliente.

Em discurso na Associação Regional de Banqueiros de Nova Jersey, Dobbeck ressaltou que os bancos têm níveis de capital maiores que o exigido e lucratividade acima da média de 10 anos. "As taxas de inadimplência permanecem baixas, embora alguns setores de empréstimos tenham registrado uma deterioração limitada no acumulado do ano", disse.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes