Bancos na zona do euro atrasam repasse das altas de juros a poupadores, diz Guindos, do BCE

Vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Luis de Guindos comentou que há vários bancos na zona do euro que têm atrasado o repasse das altas dos juros para seus poupadores. Ele falou em entrevista a dois jornais belgas, De Standaard e La Libre Belgique, e a íntegra da conversa foi divulgada pelo próprio BCE. Segundo Guindos, os bancos podem tomar essa atitude por causa do quadro de liquidez abundante.

Guindos disse que a rentabilidade dos bancos "tem crescido rápido", mas no longo prazo a expectativa é que ela volte a cair, por vários fatores, como a desaceleração econômica. Em outro momento da entrevista, disse que uma consolidação no setor bancário poderia ser "uma solução" para a estrutura de custos dos bancos europeus. "Eu creio que uma consolidação transfronteiriça na zona do euro, sob um único supervisor e dentro da estrutura da política monetária única, seria positiva", argumentou.

O dirigente também comentou que o avanço dos juros começa a afetar os preços no setor imobiliário na zona do euro, com moderação nas tendências de preço na região.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes